Campo Grande (MS), Domingo, 04 de Dezembro de 2022

ELEIÇÕES 2022

Saiba quem são os suplentes eleitos para deputado estadual e federal em MS

Candidatos eleitos para deputado federal e estadual em MS possuem suplentes, que assumem o cargo em casos onde o deputado eleito não pode exercer o mandato

04/10/2022

07:20

MIDIAMAX

GABRIEL NERIS

©DIVULGAÇÃO

Com o fim das eleições, os eleitores sul-mato-grossenses elegeram oito candidatos para a Câmara Federal e 24 que atuarão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Além dos nomes eleitos, outros candidatos, que não alcançaram votos suficientes para assumir como titular do mandato, podem assumir temporariamente: os suplentes.

Vale lembrar que a definição dos candidatos que ocuparão os cargos legislativos funcionam de forma diferente, ou seja, nem sempre os mais votados conseguem ocupar os cargos concorridos. As vagas para deputado federal e estadual são distribuídas de forma proporcional aos votos dados aos candidatos, partidos e federações.

Confira os suplentes para deputados federais

O PSDB foi o partido com mais cadeiras conquistadas nestas eleições. Os candidatos Beto Pereira, Geraldo Resende e Dagoberto. Com isso, confira os suplentes do partido:

  • Professor Juary (PSDB), que recebeu 20.634 votos;

  • Dr Cassiano Maia (PSDB), que recebeu 15.176 votos;

  • Bia Cavassa (PSDB), que recebeu 14.289 votos;

  • Coronel Neidy (PSDB), que recebeu 10.972 votos;

  • Keliana Fernandes (PSDB), que recebeu 4.482 votos;

  • Pastora Dani (PSDB), que recebeu 2.415 votos.

O PT conseguiu duas vagas em Brasília, que serão preenchidas por Vander Loubet e Camila Jara. Confira os suplentes do partido:

  • Elias Ishy (PT), que recebeu 24.085 votos;

  • Jaime Teixeira (PT), que recebeu 19.477 votos;

  • Grazi Soares (PT), que recebeu 5.777 votos;

  • Ana Domingues (PV), que recebeu 1.147 votos;

  • Professora Iara (PC do B), que recebeu 990 votos;

  • Eloídio Gama (PV), que recebeu 433 votos;

  • Luigi (PC do B), que recebeu 380 votos;

O PL elegeu dois nomes para ocupar as cadeiras da Câmara Federal. Os candidatos Marcos Pollon e Rodolfo Nogueira estão entre os que irão representar Mato Grosso do Sul em Brasília. Confira os suplentes:

  • Luana Ruiza (PL), que recebeu 24.176 votos;

  • Tio Trutis (PL), que recebeu 21.784 votos;

  • Sargento Betânia (PL), que recebeu 9.417 votos;

  • Delegado Wellington (PL), que recebeu 6.379 votos;

  • Inspetora Debora (PL), que recebeu 3.189 votos;

  • Durães (PL), que recebeu 959 votos;

O PP conseguiu apenas uma cadeira na Câmara dos Deputados, que será ocupada pelo candidato Luiz Ovando. Confira os suplentes:

  • Walter Carneiro Júnior (PP), que recebeu 39.860 votos;

  • Professor João Rocha (PP), que recebeu 12.515 votos;

  • Dr. Eudélio (PP), que recebeu 12.078 votos;

  • Márcio Araguaia (PP), que recebeu 10.139 votos;

  • Subtenente Edilaine (PP), que recebeu 8.430 votos;

  • Dra. Sirlei Ratier (PP), que recebeu 7.102 votos;

  • Lu Azambuja (PP), que recebeu 4.299 votos;

  • João Resende (PP), que recebeu 1.620 votos.

Suplentes para deputado estadual

Das 24 cadeiras disputadas para a Assembleia Legislativa, seis serão ocupadas pelo PSDB, com os candidatos Mara Caseiro, Paulo Corrêa, Jamilson Name, Zé Teixeira, Pedro Caravina e Maria Imaculada Nogueira. O primeiro suplente do partido será João Cesár Mattogrosso, que recebeu 11.650 votos.

O PT contará com três deputados para a próxima legislatura. Pedro Kemp, Amarildo Cruz e Zeca do PT terão como primeiro suplente Gleice Jane, que conquistou 9.767 votos.

O PP contará com os deputados Gerson Claro e Londres Machado. A primeira suplência do partido é de Marçal Filho, que alcançou 24.758 votos. O MDB terá os deputados Renato Câmara, Marcio Fernandes e Junior Mochi. A suplência do partido foi ocupada por Diogo Bossay, com 12.326 votos.

O PL, partido de Jair Bolsonaro, será ocupado por Coronel Davi, João Henrique Catan e Neno Razuk. A suplência do partido é ocupada por Raquelle Lisboa, com 10.782 votos. O PDT reelegeu Lucas de Lima, que terá Glaucia Iunes como suplente com 16.918 votos.

O Patriota reelegeu o deputado Lídio Lopes. A suplência ficou com Sandro Benites, que conquistou 5.592 votos. O Republicanos reelegeu Antônio Vaz, o suplente é Herculano Borges, que conquistou 17.786 votos.

A única vaga do PSD foi conquistada por Pedro Pedrossian Neto, que terá como suplente Silvio Alves Pena, o Pitu, que obteve 13.681 votos.

Rafael Tavares foi o único eleito pelo PRTB, na suplência ficou Iara Diniz com 9.502 votos. O União Brasil elegeu o ex-diretor do Detran-MS (Departamento de Transito de Mato Grosso do Sul) Roberto Hashioka, que terá como suplente Rhiad Abdulahad, com 11.439.

Rinaldo Modesto foi reeleito pelo Podemos e terá como suplente José Luna, o Zé da Farmácia, com 9.933 votos.


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Rede News MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: