Campo Grande (MS), Domingo, 16 de Junho de 2024

ÁGUAS GUARIROBA

Campo Grande vence prêmio nacional por redução de perdas de água tratada

Programa de Redução de Perdas aplicado pela Águas Guariroba contribuiu para índice cair de 56% para 19,7% na Capital.

27/05/2024

16:48

ASSECOM

©DIVULGAÇÃO

O município de Campo Grande é um dos vencedores do 8º Prêmio Casos de Sucesso, realizado nesta segunda-feira (5), pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com o Centro de Estudos de Infraestrutura e Soluções Ambientais da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O prêmio reconhece boas práticas de municípios no âmbito do abastecimento de água e esgotamento sanitário e prestigia cidades que estão avançando nos indicadores de água e saneamento, com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Campo Grande foi vencedora na categoria 'Atingimento das Metas de Perdas de Água'. A cidade é a segunda Capital com o menor índice de perda de água do país, com índice de 19,7%.

Garantir eficiência na operação foi fundamental para alcançar os resultados. Para isso, algumas ações foram realizadas pela Águas Guariroba, concessionária responsável pelo sistema de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto em Campo Grande.

“Quando assumimos a concessão em Campo Grande, imediatamente implantamos um Programa de Redução de Perdas. Com isso, o índice de perdas de água na Capital de Mato Grosso do Sul teve queda de 56% (em 2006) para os atuais 19,7% (em 2024), o que representa que Campo Grande deixou de perder cerca 43.461.659 de metros cúbicos de água por ano”, pontua o diretor-executivo da Águas Guariroba, Gabriel Buim.

Entre as ações do Programa de Redução de Perdas estão a modernização do parque de hidrômetros da cidade: foram substituídos 381,8 mil hidrômetros antigos por novos; também foi realizada a implantação de um moderno Centro de Controle de Operações (CCO), referência no setor de saneamento, que por meio de um software (Takadu) faz o monitoramento do funcionamento da rede em tempo real.

Além disso, foi realizada a instalação de 62 válvulas redutoras de pressão (VRP) da água e de 197 sensores na rede, que ajudam a monitorar e controlar a pressão da água, para reduzir rompimentos na tubulação; também foi realizada a modernização de 185 macromedidores, que são equipamentos semelhantes ao hidrômetro, mas em dimensão maior e instalados em pontos de produção de água e saídas da rede de abastecimento de água, para controlar e padronizar o consumo.

Identificar vazamentos não aparentes no asfalto através de uma técnica chamada de geofonamento foi outra ação do Programa de Redução de Perdas. O Geofone é um equipamento que permite a identificação de vazamentos não aparentes, que ficam embaixo da terra. Com os aparelhos, as equipes identificam cerca 140 vazamentos por mês, com uma assertividade média de 66% das ordens de serviços geradas.

Por fim, foram intensificadas as fiscalizações sobre fraudes, com uma média de 3 mil casos identificados por mês.

Em paralelo a essas medidas, a Águas também está renovando redes de água mais antigas acompanhando, inclusive, obras de infraestrutura da prefeitura da Capital. Um investimento que garante um sistema de abastecimento cada vez mais eficiente, com maior regularidade no fornecimento de água para a população e, principalmente, que faz com que menos água seja perdida no trajeto de abastecimento.

"A estratégia está em investir em eficiência operacional, garantindo um sistema de abastecimento cada vez mais moderno, com maior regularidade no fornecimento de água para a população e, principalmente, que faz com que menos água seja perdida no trajeto de abastecimento", explica o diretor-presidente da Águas Guariroba, Themis de Oliveira.

 


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Rede News MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: