Campo Grande (MS), Quarta-feira, 07 de Junho de 2023

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Em homenagem a Amarildo Cruz, estacionamento da ALEMS recebe o nome do deputado

A proposta de homenagem é do deputado Zé Teixeira

25/05/2023

14:45

OSVALDO JÚNIOR

©ARQUIVO

Falecido em março deste ano, o deputado Amarildo Cruz dá seu nome ao estacionamento destinado aos visitantes na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). A homenagem consta na Resolução 05/2023, publicada na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial da Casa de Leis. Amarildo faleceu no dia 17 de março em Campo Grande, após sofrer três paradas cardíacas.

A proposta de homenagem é do deputado Zé Teixeira (PSDB) com coautoria do deputado Paulo Corrêa (PSDB). “Defensor do fortalecimento da classe dos servidores e do serviço público, era um estadista, lutando por diversas categorias. O ex-parlamentar foi um bravo representante de sua corrente partidária, sabia fazer a boa política, sempre priorizando o diálogo e o consenso. Atuava em defesa daqueles que mais precisavam, contando com uma invejável trajetória política no Estado”, afirmou o Zé Texeira na justificativa do projeto.

Nascido em 29 de julho de 1962, em Presidente Epitácio (SP), Amarildo Cruz se mudou para Mato Grosso do Sul aos 18 anos quando foi aprovado em concurso público para o cargo de fiscal tributário estadual. Era formado em Direito, com pós-graduação em Gestão Pública. Filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) em 1984 e exerceu cargos de presidente e tesoureiro do Diretório Estadual.

Na Assembleia Legislativa

Amarildo Cruz foi deputado por cinco legislaturas na ALEMS. Foi eleito pela primeira vez em 2006, com quase 18 mil votos. Em 2010, concorreu à reeleição, ficando como 2º suplente em sua coligação. Em 2013, retornou ao Parlamento Estadual, tendo como destaque em sua atuação a presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde.

Em 2014, Amarildo foi reeleito, conquistando 20.585 votos. Em 2016, presidiu a Comissão que acompanhou o acordo final da indenização aos municípios afetados pela usina hidrelétrica de Porto Primavera, em Rosana (SP). Na mesma Legislatura, exerceu o cargo 2º Secretário da Mesa Diretora. Em 2022, foi reeleito para o seu quinto mandato, com 17.249 votos, participando da atual 12ª Legislatura como líder da Bancada do PT.

Na dia 14 de março, Amarildo da Cruz se sentiu mal e foi internado no hospital Proncor, em Campo Grande. Ficou três dias hospitalizado e faleceu em 17 de março, aos 60 anos. Ele deixou companheira e três filhos. O velório foi realizado no saguão Nelly Martins, na Casa de Leis, durante toda a noite do dia 17, uma sexta-feira. Na manhã do sábado, seguiu para Presidente Epitácio (SP), onde também foi velado e sepultado. 


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Rede News MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: