Campo Grande (MS), Domingo, 16 de Junho de 2024

BATAGUASSU

Homônimo de apelido causa desconforto a pré-candidato a vereador em Bataguassu

Uma pessoa com apelido de Profeta foi presa e espalhou-se a confusão que seria Marcelo Profeta

07/06/2024

12:00

DA REDAÇÃO

Marcelo Profeta com o B.O. em mãos ©DIVULGAÇÃO

O pré-candidato a vereador em Bataguassu, Marcelo Hernandes Gonçalves, conhecido como "Profeta dos Vídeos", tem passado maus bocados recentemente. Tudo isso se deve a uma pessoa que foi presa pela Polícia Civil, por violar medida protetiva e ameaçar a ex-mulher. A única semelhança está no apelido. Isso acontece porque vários grupos de WhasApp relacionaram o cidadão preso como pré-candidato. Marcelo Profeta faz vídeos pela cidade desde 2023, onde mostra os problemas que ocorrem no município para cobrar das autoridades públicas, seja na prefeitura como na Câmara de Vereadores.

Faltando pouco tempo para a definição das candidaturas, o motorista de caminhão, que tem seu próprio negócio agora tem se tornado alvo dessa confusão de apelidos e explicou. “Moro há 48 anos em Bataguassu e tenho orgulho da minha cidade e jamais vocês verão uma matéria em desfavor à minha pessoa a não ser pelo bem. Infelizmente por causa do mesmo apelido, agora estou sendo alvo de calúnia por parte de algumas pessoas, acredito pelo fato de ser pré-candidato a vereador e diante disso, me tornei um alvo completamente inocente com fato ocorrido”, disse Marcelo Profeta.

Para evitar mais problemas relacionados à questão, Marcelo Profeta fez questão de comparecer à delegacia de Polícia Civil, onde registrou um Boletim de Ocorrência de Preservação de Fato de Direito, para garantir a preservação de seu nome. Como acontece na onda de espalhar fake news, muitas as pessoas não checam as informações e acabam prejudicando quem nada tem a ver com a história. Para se ter uma ideia, se não bastasse confundir os profetas, o casal de filhos de Marcelo Profeta também têm sofrido as consequências de toda essa confusão, com bullying na escola.

“Assim, diante dessas notícias, venho encarecidamente pedir a compreensão da população de Bataguassu que não tenho nenhum envolvimento com o sujeito que foi preso e para minha infelicidade tem o mesmo apelido que o meu. E para complicar ainda mais meu filho, assim como minha família estão sendo alvo de de bullying na escola. Diante disso, eu peço encarecidamente que se alguém quiser alguma informação, por favor me procure. Nada tenho que esconder de alguém."

O preso

A pessoa que foi presa, conforme explicado acima, tem o nome de Vinícius Maciel de Oliveira, 28 anos, que também é conhecido por alguns, como "Profeta", passou por audiência de custódia na quinta-feira (6), e negou todas as acusações, alegando que a vítima fez até uma festa de aniversário para ele em maio. O rapaz foi solto, mas vai usar tornozeleira eletrônica.

Em seu relato, Vinícius afirma que a ex-esposa com quem tem quatro filhos está mentindo e que os dois vivem saindo juntos para lanchar. À polícia, ele alegou ainda que a mulher lhe enviou mensagens cobrando a pensão que ele deve e que no dia 11 de maio deste ano fez a festa em sua homenagem.


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Rede News MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: