Campo Grande (MS), Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2022

ELEIÇÕES 2022

Romeu Zema anuncia apoio a Bolsonaro no segundo turno

'Acredito muito mais na proposta do presidente Bolsonaro do que na do adversário', disse o político do Novo. Romeu Zema se reuniu com candidato do PL no Palácio da Alvorada.

04/10/2022

09:00

G1

Guilherme Mazui

Romeu Zema faz pronunciamento no Palácio da Alvorada, em Brasília, ao lado do presidente Jair Bolsonaro — Foto: Guilherme Mazui/g1

O governador reeleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta terça-feira (4) que apoiará o presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno da eleição presidencial.

Bolsonaro, que tenta a reeleição, enfrentará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na votação marcada para o próximo dia 30. No primeiro turno, Bolsonaro ficou atrás de Lula. O candidato do PL recebeu 51 milhões de votos (43,20%) enquanto o petista ficou com 57,2 milhões (48,43%).

Romeu Zema, reeleito em primeiro turno com 56,18% dos votos válidos, anunciou o apoio a Bolsonaro após uma reunião com o presidente no Palácio da Alvorada, em Brasília.

"Momento em que o Brasil precisa caminhar pra frente. Acredito muito mais na proposta do presidente Bolsonaro do que na proposta do adversário [Lula]", afirmou Zema.

Ele declarou ter herdado uma "tragédia" do governo petista de Fernando Pimentel em Minas Gerais e que esse foi um dos motivos que o levou a Brasília para declarar apoio ao candidato do PL no segundo turno da disputa presidencial.

Bolsonaro agradeceu o apoio do governador reeleito de Minas. "Sempre tivemos diálogo muito franco, nada tratado entre nós visava outros interesses a não ser o futuro do estado e, da nossa parte, do Brasil. O governador Zema passou um breve filme do que foi a gestão do PT para seu estado, e podemos dizer a mesma coisa sobre o Brasil", afirmou o presidente.

No primeiro turno, Lula venceu em Minas Gerais e obteve 48,29% dos votos registrados para presidente da República no estado (5.802.571). O candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), obteve 43,60% dos votos (5.239.264). Simone Tebet (MDB) teve 4,17% dos votos em Minas, e Ciro Gomes (PDT), 2,58%.

Na capital, Belo Horizonte, Bolsonaro ganhou com 46,60% do eleitorado. Lula ficou com 42,53%.

De acordo com o colunista do g1 Valdo Cruz, Bolsonaro aposta no apoio de Romeu Zema para virar votos em Minas Gerais.

Novo

O partido ao qual Zema é filiado lançou para a eleição presidencial deste ano o cientista político Felipe D'Ávila, que ficou em sexto lugar no primeiro turno, com 559.708 votos (0,47%).

Em nota divulgada nesta segunda-feira (3), o Novo afirmou que é contra o PT e o "lulismo", mas libera seus filiados e eleitores a votar no segundo turno de acordo com a "consciência" e "princípios partidários".


Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Últimas Notícias

Veja Mais

Envie Sua Notícia

Envie pelo site

Envie pelo Whatsapp

Rede News MS © 2021 Todos os direitos reservados.

PROIBIDA A REPRODUÇÃO, transmissão e redistribuição sem autorização expressa.

Site desenvolvido por: